Você oferece aula experimental de Pilates?

Ter novos alunos em um estúdio de Pilates é sempre uma conquista, ainda mais em tempos de crise. Para isto, é fundamental causar uma boa impressão. Provavelmente, todo o proprietário e instrutor de um estúdio de Pilates já deve ter se perguntado: devo oferecer aula experimental? Devo cobrar por ela?

 

A Aula experimental

A aula experimental gera dúvidas entre os profissionais do Pilates. Alguns tem receio de estarem atendendo a demanda de curiosos ou concorrentes.
Além disso, há o risco de uma pessoa estar realizando exercícios indevidos por possuir inúmeras restrições, patologias e particularidades sem o conhecimento do profissional.
Portanto, hoje vamos te dar algumas opções, para quem sabe, você possa repensar a aula experimental:

As opções…

Avaliação física: Alguns estúdios oferecem uma avaliação física gratuita e anamnese que possibilita o profissional conhecer as particularidades do seu futuro aluno e o mesmo também se conhecer.

Nesta avaliação se tem a oportunidade de falar sobre as aulas, como elas funcionam, como é o método, os benefícios que são proporcionados e é claro, mostrar o quão competente você é e o conhecimento que possui.

Muitas vezes os alunos buscam o método por indicação médica, por possuírem alguma patologia, por sentirem dores ou por curiosidade. Mas é sempre importante saber o que os levou até o seu estúdio.

Desta forma, o instrutor poderá montar a aula de acordo com as necessidades e limites de cada indivíduo. Muitas vezes os professores não fazem a avaliação física, o que pode trazer prejuízo ao aluno, como o aparecimento de lesões devido a prática de exercícios indevida.

Assim, é de suma importância que o instrutor monte um perfil individual e a aula seja direcionada a ele.

Aula Experimental paga: Esta é outra alternativa, o aluno faz uma “degustação” da aula. Muitos estúdios realizam a aula experimental e cobram por ela. Se o aluno realmente resolver iniciar a prática, o valor é descontado do valor a ser pago.

Aula Experimental gratuita: Outros estúdios não cobram nada por este serviço. Porém, pense que você dedicará uma hora para desempenhar da melhor forma possível o seu trabalho a uma pessoa que talvez seja um concorrente ou um curioso, que não tem intenção nenhuma em praticar Pilates.

Aula Experimental em grupo: Há estúdios que realizam a aula experimental em um grupo de pessoas interessadas, cobrando ou não pelo atendimento.

 

Agora pense…

Então, você montou o estúdio da melhor forma possível, contratou os melhores instrutores ou investiu na sua própria formação, para manter-se atualizado. Além disso, faz um trabalho de divulgação do espaço, empenha-se em montar aulas que vão trazer muitos benefícios aos alunos. Além é claro, se você for o proprietário do estúdio, todos os custos de manutenção que um espaço destes requer.

Será que o investimento realizado para proporcionar um trabalho de qualidade é justo e válido aos curiosos ou concorrentes? Você acha que é interessante mostrar o que tem de melhor a quem não será seu cliente?

O possível cliente não se importará em realizar o pagamento da aula experimental, se realmente estiver interessado em praticar o Método, e aí, sim, neste momento você deve encantá-lo!

 

Concluindo…

Agora a escolha do que fazer é de cada profissional. Portanto, não esqueça de valorizar todo o seu esforço, conhecimento, tempo e investimento realizado, atendendo da melhor forma possível o seu aluno. Assim, ele também irá reconhecer e valorizar o seu trabalho.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *